SAÚDE | Especialistas dão dicas para atletas que irão correr a São Silvestre

Alegria tomou conta do 8º Ribeirão Country Fest
28 de dezembro de 2017
1ª Agenda de Eventos Jan
15 de Janeiro de 2018

SAÚDE | Especialistas dão dicas para atletas que irão correr a São Silvestre

Combinação de exercícios regulares, alimentação balanceada e ‘soltura’ muscular é essencial para um bom desempenho em corridas de longas distâncias
A 93ª Corrida Internacional de São Silvestre está chegando! Cerca de 30 mil corredores estarão pelas ruas da capital paulista neste dia 31 na principal corrida de rua brasileira. Mas o que pode ser feito para quem vai enfrentar uma prova de longa distância pela primeira vez? As dicas também são válidas para os corredores mais experientes.
O profissional de Educação Física, Aroldo Costa Neto, diretor do Studio F3, salienta que o primordial já deve ter sido feito, um treinamento específico. “Não é recomendável que a pessoa se inscreva e vá correr sem ter feito um treinamento específico. Pode parecer bobagem, mas existem muitos que se arriscam em uma prova de longa distância sem o devido preparo e isso pode provocar sérios danos ao corpo”, alerta.
Para quem treinou e está preparado, Aroldo cita algumas dicas importantes, entre elas, a hidratação, antes, durante e após a prova. “O correto era ter seguido uma rotina sob orientação de profissionais especializados em cada área, com exames médicos, hábitos alimentares, de treinamento e de descanso direcionados para a prova”, diz. “Não adianta querer fazer algum exercício milagroso agora. O que recomento são treinos mais leves nesta semana que antecede a prova, o que tinha que ser treinado, já foi”, explica.
Aroldo finaliza dizendo que é normal as pessoas se sentirem motivadas no início do ano para novos desafios. “No caso dos corredores tem aqueles que querem aumentar a distância ou melhorar tempo nas provas. Isso é normal. Mas tem aqueles que querem iniciar uma atividade física no ano novo. O que saliento é a necessidade de acompanhamento de profissionais especializados. É importante para que as pessoas melhorem a saúde e conquistem qualidade de vida praticando a quantidade de exercícios físicos ideais para suas individualidades”, finaliza.
 
Dores, alongamento e gelo
O fisioterapeuta Gustavo Meliscki, da clínica Pulse Fisioterapia Esportiva, diz que é frequente os atletas amadores sentirem dores ou cansaço físico no período de preparação para corridas de longas distâncias. “O que recomendamos é o ‘Recovery’. Fazemos um trabalho de relaxamento e soltura muscular recondicionando os músculos para novos treinos e prevenindo lesões. Nesse processo temos a bota pneumática que auxilia muito nesse tratamento preventivo. É ideal que se faça esse trabalho com frequência. Atletas de alto rendimento fazem semanalmente e alguns diariamente”, diz.
Bruno Diz, também da Pulse Fisioterapia, acrescenta que é importante um trabalho orientado de alongamentos (flexibilidade) e mobilidade articular. “Antes das provas e treinos, é importante que se faça um trabalho de alongamento leve e aquecimento, preparando o corpo para a corrida mais forte ou exercícios físicos”, diz. “Para quem sente dor, é importante procurar um atendimento especializado para diagnosticar se teve lesão e o grau dessa lesão. De imediato recomendamos colocar gelo. Alias, para quem for correr a São Silvestre e após a prova conseguir colocar gelo por 15 minutos nos principais músculos da perna, vai se sentir mais aliviado depois”, finaliza o fisioterapeuta Maurício Donini.
Foto em destaque:
O profissional de Educação Física, Aroldo Costa Neto (primeiro da direita), acompanha corredores de rua em prova realizada em Ribeirão Preto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *